quarta-feira, julho 24, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaquesAcusações recentes agravam problemas de rapper P. Diddy com alegação de estupro...

Acusações recentes agravam problemas de rapper P. Diddy com alegação de estupro de menor. Entenda!

Recentemente, o conhecido produtor e cantor Sean ‘Diddy’ Combs tem enfrentado uma série de acusações graves. Desta vez, o artista, famoso por seu relacionamento anterior com Jennifer Lopez, está sendo acusado em um novo processo de estupro coletivo e tráfico sexual envolvendo uma estudante de 17 anos. Este incidente teria ocorrido quando ela estava no penúltimo ano do ensino médio, conforme relatado pela coluna “Page Six” do jornal “The New York Post”.

Esta é a quarta acusação de natureza sexual contra o magnata da indústria da música nas últimas três semanas. A situação se segue à resolução de um processo anterior envolvendo sua ex, a cantora Cassie, onde um acordo financeiro foi estabelecido após ela o acusar de múltiplos casos de estupro e abuso.

Combs expressou sua frustração e defesa nas redes sociais, afirmando: “JÁ É SUFICIENTE”. Ele negou veementemente as alegações, prometendo lutar para proteger seu nome, família e verdade. A acusadora mais recente, identificada como “Sra. Doe” no processo, alega que foi drogada e estuprada por Combs, seu ex-gerente Harve Pierre e outro homem ainda não identificado, em 2003. O processo inclui uma foto de Doe com Combs e detalha a agressão, alegando que ela sofreu “sofrimento emocional significativo e sentimentos de vergonha” por 20 anos.

Segundo Doe, o incidente ocorreu em 2003 em um clube de Detroit, Michigan. Ela relata ter sido persuadida por Pierre a encontrar Combs em Nova York, onde alega ter sido forçada a fazer sexo oral em Pierre antes de voarem juntos. Ao chegar em Nova Jersey, Doe afirma ter sido levada ao estúdio “Daddy’s House Recording Studio”, propriedade de Combs, onde foi supostamente intoxicada com drogas e álcool e atacada pelos três homens.

O caso, agora sob investigação, foi trazido à luz através de fotos e detalhes fornecidos pela acusadora. A atriz Bijou Phillips, esposa de Danny Masterson, ator de “That ’70s Show” recentemente condenado por delitos sexuais, reagiu ao comunicado de Combs nas redes sociais.

Enquanto isso, Combs enfrenta outra acusação de Joi Dickerson-Neal, que afirma ter sido estuprada e drogada por ele em 1991. O processo descreve um encontro entre os dois, onde Combs supostamente drogou Dickerson, resultando em incapacidade física, seguido de abuso sexual.

Dickerson, que não buscou ação legal imediata após o incidente, menciona DeVante Swing, membro do grupo R&B Jodeci, que supostamente sabia da existência de uma “fita de sexo” compartilhada por Combs, mas não agiu por medo de represálias profissionais.

O porta-voz de Combs, ao responder às alegações, criticou o processo, chamando as alegações de Dickerson de “inventadas” e motivadas por ganho financeiro, negando qualquer agressão por parte de Combs.

Foto:   Phil McCarten/Reuters   

Fonte: ofuxico.com.br

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X