quinta-feira, julho 18, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaquesAna Hickmann responde a solicitação de prisão feita pelo ex-marido. Entenda!

Ana Hickmann responde a solicitação de prisão feita pelo ex-marido. Entenda!

Após Alexandre Correa acusar Ana Hickmann de alienação parental e violação de uma ordem judicial, a apresentadora respondeu às alegações. Correa, ex-companheiro de Hickmann, alegou que ela impediu o filho do casal, de 9 anos, de passar as férias com ele, conforme acordado judicialmente.

A equipe jurídica de Correa solicitou a detenção imediata de Hickmann na última quarta-feira (3), argumentando que a apresentadora não entregou o filho na data acordada, um arranjo previamente estabelecido e supervisionado pelos avós paternos do menino. Estas informações foram divulgadas pelo portal Notícias da TV.

Correa tentou, sem sucesso, envolver a polícia e o Conselho Tutelar para relatar o não cumprimento da decisão judicial. Ele relatou que só conseguiu ver o filho brevemente no final do dia.

Os advogados de Correa, Diva Carla Bueno Nogueira e Enio Martins Murad, do escritório Bueno Nogueira, declararam: “Não resta outra saída para o requerente senão recorrer novamente ao Poder Judiciário para que a requerida cumpra com a lei e permita a convivência entre pai e filho, conforme já foi determinado pela Justiça, bem como para que ocorra a prisão em flagrante dentro do período de 24 horas”.

Em contrapartida, a assessoria de Hickmann esclareceu que houve uma alteração na data de entrega do filho e que a apresentadora irá respeitar o novo acordo.

Segundo o comunicado da assessoria de Hickmann: “Foi acordado entre os advogados de Ana Hickmann e Alexandre Correa, doutor Guilherme Valdetaro e doutora Diva Carla Bueno Nogueira, respectivamente, a transferência do período de férias de Alexandre Hickmann Correa com o pai para os dias 9 a 17 de janeiro. A determinação será cumprida, conforme alinhada entre ambas as partes”.

Caso Hickmann não siga a lei, ela poderá ser acusada de duas infrações: desobediência a uma ordem legal de um funcionário público e alienação parental.

É importante recordar que no ano anterior, a juíza da 1ª Vara Criminal e de Violência Doméstica e Familiar de Itu, Andrea Ribeiro Borges – que concedeu uma medida protetiva a pedido de Hickmann – assegurou que isso não impediria a convivência entre o filho e o pai, com a única condição de que não houvesse contato direto entre Hickmann e Correa.

Foto: Reprodução/Instagram

Fonte: ofuxico.com.br

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X