quarta-feira, abril 24, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaquesApós denúncias ao Linha Verde, Polícia interdita fornos de carvão em Paraty

Após denúncias ao Linha Verde, Polícia interdita fornos de carvão em Paraty

A partir de uma denúncia sobre desmatamento feita ao serviço Linha Verde (0300 253 1177), do Disque Denúncia, policiais militares identificaram nesta segunda-feira, dia 20, a construção de três fornos que seriam utilizados para fabricação clandestina de carvão no bairro Areal do Taquari, em Paraty.

De acordo com as informações do Disque Denúncia, assim que chegaram à rua da Assembleia, conhecida como estrada Bertano, os policiais da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual da Juatinga (UPAm), constataram o desmatamento florestal com árvores de grande e médio porte cortadas, além da abertura de uma estrada e instalação de estacas dividindo lotes, degradando uma área com cerca de 10 mil metros quadrados.

Durante a fiscalização, a equipe da 4ª UPAm ainda se deparou com a construção de fornos para fazer carvão vegetal e cozinhar tijolos. O terreno fiscalizado fica no interior da zona de amortecimento do Parque Nacional da Serra da Bocaina, não havendo placas indicativas contendo licenciamento e tampouco os suspeitos de cometerem os crimes. A ocorrência foi registrada na 167ª DP (Paraty), com base nos artigos 38 e 60 da lei de crimes ambientais.

O Linha Verde, programa do Disque Denúncia voltado para o meio ambiente, já cadastrou 32 denúncias de crimes ambientais em Paraty em 2023 e solicita a ajuda da população para denunciar ilícitos contra o meio ambiente exclusivamente pelos seguintes canais: telefones 0300-253-1177 (custo de ligação local) ou (21) 2253-1177, além do aplicativo ‘Disque Denúncia’ no qual se podem enviar também fotos. O anonimato é garantido.

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X