quarta-feira, maio 22, 2024
Com Beto Carmona
InícioNotíciasAngra dos ReisApós indiciamento de Musk, Pacheco defende regulamentação das redes sociais no Brasil

Após indiciamento de Musk, Pacheco defende regulamentação das redes sociais no Brasil

Após as falas do bilionário Elon Musk, em que ameaça não cumprir o que determina a legislação brasileira em relação às redes sociais, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), se pronuncia nesta segunda-feira (8). Para ele, a regulamentação das redes sociais no país é inevitável para que a lei deixa certa margem de liberdade de decisão diante do caso concreto, de tal modo que a autoridade pode optar por uma dentre várias soluções possíveis, todas, porém, válidas perante o direito.

“O que podemos contribuir para efetivação da solução desse debate que se travou nos últimos dias é entregar marcos legislativos que sejam inteligentes e eficientes para poder disciplinar o uso dessas redes sociais no país”, disse o senador, em entrevista coletiva, após manifestações do empresário Elon Musk, dono da rede X, sobre decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. 

Segundo Pacheco, é preciso ter uma disciplina legal sobre o tema, inclusive para evitar que o Poder Judiciário tenha que decidir sobre questões relativas ao uso das redes sociais sem que haja uma lei que discipline o assunto. 

“Considero isso fundamental, não é censura, não é limitação da liberdade de expressão, são regras para o uso dessas plataformas digitais”, afirmou Pacheco. 

Nos últimos dias, Elon Musk publicou uma série de postagens criticando o ministro Alexandre de Moraes e o STF, relativizando, inclusive, a soberania do país. No sábado (6), ele usou o espaço para comentários do perfil do próprio ministro no X para atacá-lo. Na noite de domingo, Moraes determinou a inclusão de Musk entre os investigados do chamado Inquérito das Milícias Digitais (Inq. 4.874), que apura a atuação criminosa de grupos suspeitos de disseminar notícias falsas em redes sociais para influenciar processos políticos. Na mesma decisão, o ministro ordena a instauração de um “inquérito por prevenção” para apurar as condutas de Musk.

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X