sábado, janeiro 28, 2023
Anuncie na Rádio Costa Azul
InícioNotíciasAngra dos ReisDescarte irregular de lixo aumenta risco de dengue em Angra

Descarte irregular de lixo aumenta risco de dengue em Angra

Apuração feita pela própria secretaria de Saúde de Angra após vistorias a imóveis da cidade para o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) mostrou que o descarte irregular de entulhos e lixo doméstico em várias parte da cidade aumenta o risco de incidência do mosquito transmissor da dengue. Apesar disso, segundo a prefeitura, a cidade ainda estaria em classificação satisfatória.

O primeiro levantamento LIRAa de 2023 foi realizado entre os dias 2 a 8 de janeiro. A ação mediu a infestação de mosquitos Aedes aegypti em todas as áreas urbanas do município e analisou tipos de criadouros usados para a dispersão dos ovos do transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

No primeiro LIRAa do ano, foi identificado que muitos criadouros são passíveis de remoção, por se tratarem de resíduos sólidos, incluindo recipientes plásticos, garrafas pet e latas, além de sucatas, entulhos de construção etc.

A prefeitura reforça a necessidade de redobrar os cuidados relacionados ao descarte do lixo de forma correta.

Foram pesquisados 3.581 imóveis no município e, em 32 deles, foram encontradas larvas de Aedes aegypti – em 25 residências e sete terrenos baldios. O índice de infestção obtido no município foi de 0,9%, classificado como satisfatório.

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Anuncie na Rádio Costa Azul
X