quarta-feira, julho 24, 2024
Com Beto Carmona
InícioNotíciasCosta VerdeIniciativa da Eletronuclear reabilita animais silvestres na Costa Verde Fluminense

Iniciativa da Eletronuclear reabilita animais silvestres na Costa Verde Fluminense

O Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), mantido pela Eletronuclear próximo às usinas nucleares de Angra dos Reis, alcançou dois marcos importantes recentemente. A instituição celebrou a soltura de um cachorro-do-mato após quatro meses de reabilitação. E recebeu um novo paciente, um gato-do-mato-pequeno, espécie vulnerável e ameaçada de extinção, conforme a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA).

O gato-do-mato-pequeno (Leopardus guttulus), encaminhado ao Cras pela gerência de fauna do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), chegou ao centro no dia 4 de junho. O felino, com cerca de sete meses, estava abaixo do peso e apresentava um quadro infeccioso. Atualmente, ele recebe cuidados específicos, incluindo medicação e alimentação adequada. A expectativa é que ele possa ser liberado em cerca de quatro meses.

“Cada vida salva importa para o Cras. A prática de reabilitar animais em risco de extinção é crucial para a preservação da biodiversidade e contribui para o equilíbrio da cadeia alimentar. Esperamos que esse seja mais um caso de sucesso que promova ainda a conscientização pública sobre o tema”, destacou o médico veterinário do Cras, Bartolomeu André Paoli Vago.

O cachorro-do-mato (Cerdocyon thous) foi liberado no dia 12 de junho. A espécie, nativa da região, foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros após ser atropelada na Rodovia Rio-Santos. Após um exame clínico e a coleta de materiais biológicos, foi diagnosticada com fraturas múltiplas na pelve e nas vértebras caudais. Após a reabilitação, a fêmea, pesando mais de 5,5 Kg, foi devolvida ao seu habitat natural, próximo ao local do resgate.

Sobre o Cras

O Centro de Reabilitação de Animais Silvestres é uma iniciativa voluntária da Eletronuclear, dedicada a receber, tratar e reintroduzir na natureza animais nativos da região, encontrados no entorno da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA). Com uma equipe de nove funcionários, incluindo veterinários, biólogos, tratadores e administrativos, o Cras atendeu 928 animais entre 2021 e maio de 2024, reintroduzindo 378 no habitat natural. No total, foram atendidos 529 mamíferos, 345 aves e 47 répteis, de 138 espécies diferentes.

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X