terça-feira, janeiro 25, 2022
Anuncie na Rádio Costa Azul
InícioDestaquesJair Bolsonaro se filia ao PL e Thammy Miranda decide deixar o...

Jair Bolsonaro se filia ao PL e Thammy Miranda decide deixar o partido

Fonte: O fuxico

Horas depois que o presidente da república, Jair Bolsonaro se filiou ao Partido Liberal (PL) na terça-feira, 30 de novembro, o vereador Thammy Miranda, eleito pelo partido, anunciou que vai se desfiliar da legenda. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, o filho de Gretchen ressaltou que a decisão se deve ao fato de que já sofreu ataques pessoais da família Bolsonaro.

No ano passado, o vereador do Rio de Janeiro e filho do presidente, Carlos Bolsonaro, publicou em suas redes sociais uma foto de Thammy ao lado de sua esposa, Andressa Ferreira, e seu filho, Bento, sem escrever nenhuma legenda ou comentário. Na época, o paulista questionou a intenção de Carlos com a postagem e agora, com a chegada do patriarca da família ao PL, isso pesou.

Thammy ressaltou que não entrou na política para atacar ou desrespeitar quem quer que seja:

“Não entrei na política para atacar ninguém, nem para desrespeitar qualquer pessoa. O meu foco é trabalho, representar pessoas. Vou seguir fazendo o meu trabalho, pelo qual fui eleito, sem me preocupar com o partido, mas de olho no que as pessoas precisam”, continuou.

Filho da cantora GretchenThammy, de 39 anos, foi o primeiro homem trans eleito para a Câmara Municipal de São Paulo com 43.297 votos, o 9º mais votado na cidade.

DOIS ANOS SEM PARTIDO

Jair Bolsonaro se filiou na manhã de terça-feira, 30 de novembro, ao Partido Liberal. A cerimônia aconteceu na sede do partido em Brasília e contou com a presença do presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, e de integrantes do governo.

Bolsonaro foi eleito presidente pelo PSL em 2018 e deixou o partido em 2019, em meio a divergências com a cúpula da legenda. Na ocasião, chegou a articular a criação de um novo partido, a Aliança Pelo Brasil, que não passou da fase de coleta de assinaturas.

Na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro agradeceu a “confiança” do presidente do partido, o ex-deputado Valdemar Costa Neto, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito do esquema do mensalão. Bolsonaro disse ter “orgulho” de fazer parte da legenda, que integra o Centrão, bloco que ele criticava durante a campanha presidencial.

“Motivo de orgulho muito grande estar aqui, satisfação. Agradeço à confiança que o Valdemar Costa Neto depositou em mim, me acolhendo agora para fazer parte do seu partido”, afirmou.

O presidente também disse que “nenhum partido será esquecido por nós”, em aceno a outras legendas da base. Em outro momento, Bolsonaro citou partidos com os quais negociou, como o PP e o Republicanos, e afirmou que a decisão sobre qual partido se filiar “não foi fácil”, mas disse que todos serão uma “família”.

RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Palylist Sertaneja
Palylist Sertaneja
X