quarta-feira, julho 24, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaquesLula lança programa Mais Ciência na Escola e defende educação como prioridade...

Lula lança programa Mais Ciência na Escola e defende educação como prioridade nacional

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou seu compromisso com a educação ao lançar o programa Mais Ciência na Escola durante a cerimônia de premiação da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Lula enfatizou que a educação é essencial para garantir igualdade de oportunidades e promover o crescimento econômico do país.

A cerimônia, realizada no Rio de Janeiro, marcou o retorno da presença presidencial na entrega de prêmios da Obmep, algo que não acontecia desde 2015. Durante o evento, tanto o presidente quanto a primeira-dama, Janja da Silva, foram agraciados com o título honorário de medalhistas da Obmep, recebendo medalhas de ouro dos estudantes.

Lula aproveitou a ocasião para assinar o decreto que institui o programa Mais Ciência na Escola. O projeto visa fomentar o interesse pela ciência e tecnologia entre os alunos da rede pública, oferecendo laboratórios, feiras de ciências, cursos de formação e premiações em eventos. “Queremos despertar o interesse dos nossos alunos pelas ciências”, destacou a ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos. A primeira chamada pública do programa vai selecionar mil escolas, cada uma recebendo até R$ 100 mil em investimentos.

No discurso, Lula compartilhou as próprias dificuldades em acessar a educação, destacando a importância de garantir que todos os brasileiros, independentemente de sua origem social, tenham a oportunidade de estudar e se formar. “A educação é o oxigênio de uma nação”, afirmou o presidente, ressaltando que nenhum país alcançou desenvolvimento sem investir fortemente na educação.

O presidente também incentivou os jovens a sonharem grande, afirmando que a ambição é crucial para realizar grandes feitos.

Mais Ciência na Escola

O programa Mais Ciência na Escola é uma parceria entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Educação, e tem como objetivo expandir o uso de tecnologias digitais e a experimentação científica na educação básica. A iniciativa inclui a criação de laboratórios, clubes de ciência, feiras científicas e cursos de formação, além de oferecer bolsas a professores e alunos.

Obmep 2024

A 18ª edição da Obmep contou com a participação de mais de 18,3 milhões de estudantes de 55,3 mil escolas públicas e privadas de todo o Brasil. Na cerimônia, foram entregues 650 medalhas de ouro. A competição também distribuiu 1.950 medalhas de prata, 5.850 de bronze e mais de 48 mil menções honrosas. As medalhas de prata e bronze foram entregues em cerimônias regionais, e as estaduais foram distribuídas entre os alunos mais bem colocados.

A Obmep, criada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática, é promovida com recursos dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Educação. Pesquisa recente do Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) indica que escolas com alta participação na Obmep apresentam melhores desempenhos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X