terça-feira, novembro 29, 2022
Anuncie na Rádio Costa Azul
InícioDestaquesMinistério do Turismo escolhe Paraty para integrar projeto nacional

Ministério do Turismo escolhe Paraty para integrar projeto nacional

O Ministério do Turismo realizou uma chamada pública, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para a escolha de nove cidades brasileiras para integrarem o projeto “Brasil, essa é a nossa praia”. 

Entre elas estão Cabo Frio e Paraty.

O projeto tem como objetivo estimular a realização de atividades de gestão turística responsável, com adoção de boas práticas em sustentabilidade e apoio à comunidade local.

No total, foram inscritas 16 cidades, das quais chegou-se a nove no final. Os locais escolhidos participam, ainda, do Mapa do Turismo Brasileiro, nas categorias A, B e C, e são banhados por água federal (mar, rio ou lago). Para a seleção, os municípios têm de estar enquadrados nos seguintes requisitos:

Participar do Programa Investe Turismo;

Preencher o Termo de Adesão à Gestão de Praias (TAGP);

Ter um Plano de Gestão Integrada (PGI) da orla;

Possuir a certificação de praias pelo programa Bandeira Azul 2021/2022;

Ter unidade de conservação em toda a extensão da orla.

Foram selecionados municípios de todas as regiões do país, com exceção das cidades da região Norte, que não tiveram suas vagas preenchidas.

Além de Cabo Frio e Paraty, as outras cidades escolhidas foram: Barra do Garças, Mato Grosso; Barreirinhas, Maranhão; Salvador, Bahia; Natal, Rio Grande do Norte; Cruz, Ceará; Vila Velha, Espírito Santo; e Osório, Rio Grande do Sul.

Intenção do projeto

A iniciativa tem o objetivo de fomentar o turismo nesses locais, de forma a movimentar comércios locais, hotéis e rodoviárias, como a Rodoviária Rio Novo, com investimento que contemplem melhorias na infraestrutura da extensão de suas respectivas orlas e vias de acesso.

Para realizarem intervenções, as cidades comprometeram-se a seguir as metodologias direcionadas pelo Projeto Orla. Assim, os municípios devem incorporar normas ambientais para o uso e alteração dos terrenos próximos às praias.

A partir da implementação do programa, os municípios passam a ser responsáveis pela gestão de sua orla, portanto, podem regulamentar o uso do terreno e do sistema marinho.

O projeto beneficia, ainda, ao dispor de uma equipe especializada para a gestão das orlas, apoiada pela UFRN. Dessa maneira, os nove municípios escolhidos terão suporte para implementarem boas práticas em sustentabilidade na execução de projetos para segurança, ordenamento, sinalização e educação ambiental.

RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Palylist Sertaneja
Palylist Sertaneja
X