quinta-feira, fevereiro 29, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaquesNova lei garante poupança para alunos do ensino médio

Nova lei garante poupança para alunos do ensino médio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta terça-feira (16/1) lei que cria uma espécie de poupança para que estudantes de baixa renda concluam o ensino médio. A ideia do Ministério da Educação (MEC) é evitar a evasão, abandono e reprovação de estudantes nessa fase, que chega a 16%, principalmente no primeiro ano do ensino médio.

Vão ser beneficiados jovens matriculados no ensino médio na rede pública e com a família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda per capita mensal igual ou inferior a R$ 218. No caso de educação para jovens e adultos (EJA), podem receber o benefício quem está na faixa etária de 19 a 24 anos. 

Para ter acesso ao benefício, o aluno precisa ter frequência mínima, garantir a aprovação ao fim do ano letivo e fazer a matrícula no ano seguinte, quando for o caso. A regra também exige participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para aqueles matriculados na última série do ensino médio, nos exames do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e nos exames aplicados pelos sistemas de avaliação externa dos entes federativos para a etapa do ensino médio. 

Os ministérios da Educação e da Fazenda vão definir o valor a ser pago aos estudantes. A União deve aportar até R$ 20 bilhões para o pagamento. O depósito vai ser efetuado em uma conta em nome do aluno. A conta poderá ser uma poupança social digital. A poupança não será considerada no cálculo da renda familiar para a concessão ou recebimento de outros benefícios. 

Caso os estudantes descumpram as condicionantes ou se desliguem do programa, os respectivos valores depositados em conta vão retornar ao fundo. 

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X