sexta-feira, julho 12, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaquesPitty critica visita de Beyoncé ao Brasil, gera polêmica nas redes sociais...

Pitty critica visita de Beyoncé ao Brasil, gera polêmica nas redes sociais e decide se afastar

A cantora Pitty recentemente expressou sua opinião sobre vários tópicos relevantes na esfera da música e filantropia, incluindo a visita de Beyoncé ao Brasil, provocando debates acalorados nas redes sociais. Na quarta-feira, 27 de dezembro, ela compartilhou suas reflexões, enfatizando tanto o trabalho recente de Manu Gavassi em “Sexo, Poder e Arte” quanto o timing da visita de Beyoncé ao país.

Pitty escreveu em seu Twitter: “Eu tô há uns quatro dias sorumbática com redes sociais e tudo, porque mil coisas: falou-se por alto da podridão de agências/mercado, jovens se foram e está por isso mesmo; Manu lançou um assunto(s) importantes para/ debater o feminino na arte; e a B (Beyoncé) resolveu fazer a Irmã Dulce em pleno natal (não me cancelem, eu amo, mas esse timing tá foda)”.

Ela argumentou que a presença de Beyoncé no Brasil, durante um período significativo para artistas locais como Manu Gavassi, ofuscou seus esforços. A comparação de Pitty, chamando Beyoncé de “Irmã Dulce” por suas ações beneficentes, causou reações variadas online. Os admiradores de Beyoncé, apelidados de Beyhive, rapidamente defenderam a artista, destacando seus esforços filantrópicos no Brasil.

A página Beyoncé Access, administrada por fãs brasileiros, respondeu: “A BeyGOOD existe há 10 anos @Pitty! E o Brasil sempre esteve na rota deles. Eles apoiam a CUFA (Central Única das Favelas) no Brasil e continuarão apoiando. Beyoncé já doou bolsas de ajuda financeira para empreendedores negros e indígenas brasileiros, anunciou bolsas de estudos pagas por ELA (as inscrições irão abrir em breve), doou milhares de cestas básicas nas favelas, durante a pandemia apoiou o projeto “Tem Gente Com Fome” da Coalizão Negra, e por aí vai… uma pesquisa no Google e você saberia que ela não “faz a irmã Dulce”. E consequentemente não estaria dando uma opinião rasa, usando ironia para banalizar ações reais que ajudam o próximo.”

Em resposta à repercussão, Pitty decidiu se afastar das redes sociais por um tempo indeterminado, expressando a necessidade de um “detox de redes” e o desejo por espaços de diálogo construtivo. Em suas próprias palavras: “no mais, um detox de redes aqui e desejo de espaços onde a gente possa realmente se conectar para debater, conversar, evoluir sem tacar hate ou ironia. conversas difíceis fazem parte da vida. a vida não é um meme. ser leve não é ser leviano. amo vcs, cuidem-se e até jah <3”.

Beyoncé aterrissou em Salvador, Bahia, na semana anterior, para uma promoção de seu filme “Renaissance: a film by Beyoncé”. Durante a estadia, voluntários da BeyGOOD no Brasil organizaram uma ação filantrópica. Criada por Beyoncé em 2013, a BeyGOOD tem o objetivo de apoiar comunidades negras, oferecendo bolsas de estudo, estágios e investimentos em negócios independentes.

Na última terça-feira (19), Ivy McGregor, líder da organização, e Yvette Noel-Schure, assessora de imprensa de Beyoncé, visitaram a sede da Central Única das Favelas (Cufa) na Vila Cruzeiro, Rio de Janeiro.

Ivy compartilhou impressões: “Esta é a nossa terceira vez visitando uma unidade da Cufa (as anteriores foram em São Paulo e Salvador), e continuamos maravilhados com o impacto positivo na comunidade. Tivemos a chance de ver a piscina onde crianças aprendem a nadar, salas de aula variadas, incluindo uma de idiomas com um policial local ensinando inglês. Visitamos também uma turma de design digital e assistimos a um documentário curto sobre a Cufa. Fazer a diferença é garantir que aqueles em situações marginais sejam reconhecidos, apoiados e valorizados”, declarou Ivy.

Foto: Reprodução

Fonte: ofuxico.com.br

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X