quinta-feira, julho 18, 2024
Com Beto Carmona
InícioNotíciasCosta VerdePor causa de protestos, ambientalistas pedem desligamento das usinas de Angra

Por causa de protestos, ambientalistas pedem desligamento das usinas de Angra

Após o segundo dia consecutivo de fechamento da rodovia Rio-Santos (BR-101) em pelo menos três pontos entre as cidades de Angra dos Reis e Paraty, ambientalistas associados à Sociedade Angrense de Proteção Ecológica (Sapê) solicitaram pelas suas redes sociais, o desligamento das usinas nucleares Angra I e Angra II. Argumentam eles que a medida visa dar segurança às comunidades no entorno da central de Itaorna, onde estão as duas unidades.

— Conforme determina o Plano de Emergência quando há interrupção do trânsito, as Centrais devem ser desligadas — argumenta a entidade, que ainda critica a atuação da Polícia Rodoviária Federal na desobstrução da via.

Em nota ao jornalismo da Costazul FM a respeito do pedido, a assessoria da Eletronuclear, empresa que administra o complexo, informou que monitora os movimentos na estrada e que os protestos não impedem o funcionamento da central nuclear. As usinas estão operando normalmente, com segurança e em plena carga, segundo a empresa.

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X