sábado, março 2, 2024
Com Beto Carmona
InícioNotíciasAngra dos ReisPrefeitura embarga obra da usina Angra 3 por mudança em projeto

Prefeitura embarga obra da usina Angra 3 por mudança em projeto

A prefeitura de Angra dos Reis decidiu embargar a obra de construção da usina nuclear Angra 3 nesta quarta-feira, dia 19. O motivo para a paralisação da construção, que foi retomada no ano passado, foi uma mudança de projeto urbanístico que, segundo a prefeitura, estaria em desacordo com a proposta aprovada inicialmente no licenciamento. Agora o município espera alteração no projeto para novo processo de concessão de alvará.

— Eles fizeram um acréscimo da área de circulação em uma das unidades, alterando o projeto. Com isso, a obra tem que permanecer paralisada até que a gente aprove as modificações. O processo está sendo analisado e um novo alvará será emitido quando as modificações forem aprovadas as modificações — explicou o presidente do Instituto Municipal do Ambiente (Imaar), Mário Reis.

A prefeitura afirma ainda que só irá conceder o novo alvará de construção quando as modificações em projeto forem aprovadas e a Eletronuclear honrar uma contrapartida de R$ 264 milhões em compensações socioambientais pela construção da usina nuclear na cidade. Desde 2009, o município e a empresa vêm negociando os termos deste acordo, acompanhando a evolução da construção da própria unidade, cuja obra ficou parada por mais de cinco anos.

— A Eletronuclear assinou com o município termo de compromisso no valor de R$ 264 milhões, que não vêm sendo cumpridos. Temos que resolver essa questão para que a gente possa dar o alvará de construção de Angra 3. A Eletronuclear deve à população de Angra dos Reis por compromissos assinados e que terão que ser cumpridos — afirmou o prefeito angrense Fernando Jordão (PL).

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X