terça-feira, agosto 16, 2022
Anuncie na Rádio Costa Azul
InícioDestaquesReajuste no Auxílio Brasil não compra nem a cesta básica na maior...

Reajuste no Auxílio Brasil não compra nem a cesta básica na maior parte do país

O novo valor de R$ 600 a ser pago em breve por meio do benefício Auxílio Brasil, do governo federal, não é suficiente para comprar sequer uma cesta básica na ampla maioria do país. De acordo com levantamento do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), apenas três capitais do país têm valor da cesta de alimentos inferior ao do benefício federal: João Pessoa (PB), Salvador (BA) e Aracaju (SE).

Para o Dieese, a carestia e a inflação dos alimentos estaria ‘roubando’ o valor de aumento indicado pelo governo. O benefício de R$ 600 é insuficiente para garantir a segurança alimentar de um adulto durante todo o mês, diz o instituto de pesquisas.

Para o Dieese, o valor do Auxílio Brasil não chegaria a 10% do mínimo estimado como suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. De acordo com os cálculos do Departamento, com base na cesta mais cara que, em junho, foi a de São Paulo, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 6.527,67, ou 5,39 vezes o mínimo de R$ 1.212,00.      

Em São Paulo, o custo da cesta de alimentos chegou a R$ 777,01 em junho, seguida por Florianópolis (R$ 760,41), Porto Alegre (R$ 754,19) e Rio de Janeiro (R$ 733,14). Entre maio e junho, as maiores altas ocorreram no Nordeste, nas cidades de Fortaleza (4,54%), Natal (4,33%) e João Pessoa (3,36%).

Na última sexta-feira, dia 8, o IBGE divulgou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, acelerou para 0,67% em junho, após ter registrado alta de 0,47% em maio. No ano, a inflação é de 5,49%, a maior no acumulado para o primeiro semestre desde 2015 (6,17%). Nos últimos 12 meses, o IPCA chega a 11,89%.

RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Palylist Sertaneja
Palylist Sertaneja
X