terça-feira, maio 17, 2022
Anuncie na Rádio Costa Azul
InícioNotíciasAngra dos ReisSaúde de Angra responsabiliza Irmandade por atrasos no pagamento de rescisões

Saúde de Angra responsabiliza Irmandade por atrasos no pagamento de rescisões

O secretário municipal de Saúde de Angra dos Reis, Glauco Fonseca, responsabilizou a Irmandade da Santa Misericórdia, gestora da Santa Casa de Misericórdia da cidade, pelos atrasos e falta de pagamento de ex-funcionários desligados da entidade a partir da mudança de gestão na única maternidade da cidade. Há cerca de um mês, a prefeitura de Angra desapropriou o prédio da antiga Santa Casa e assumiu o controle do espaço. Funcionários da Santa Casa foram demitidos.

— Nós depositamos em juízo o valor da indenização pelo prédio, mas a Irmandade ficou inerte. Nós orientamos sobre como fazerem para terem acesso ao recurso, mas isso não foi feito. No que diz respeito à prefeitura, nossas obrigações estão em dia — resumiu o secretário Glauco durante entrevista ao programa Talk Show nesta segunda-feira, dia 18.

O secretário informou que a prefeitura fez um depósito de R$ 15 milhões em juízo em favor da Irmandade. Seria a indenização pela desapropriação, calculada em cerca de R$ 19 milhões. A Justiça mandou calcular se o valor faz jus ao patrimônio desapropriado. Este cálculo pode demorar mais de um mês.

Nesta terça-feira, dia 19, a secretaria de Saúde, ex-funcionários e a Irmandade terão uma reunião de conciliação em busca de acordo. Glauco Fonseca insinuou que havia má gestão na Santa Casa e que, por isso, muitos funcionários do antigo hospital não foram admitidos para continuarem na maternidade sob a gestão pública por meio de uma Organização Social (OS).

A íntegra da entrevista do secretário ao Talk Show está disponível em nosso canal de podcasts.

RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Palylist Sertaneja
Palylist Sertaneja
X