sexta-feira, fevereiro 23, 2024
Com Beto Carmona
InícioNotíciasAngra dos ReisCasos de sarampo aumentam e OMS entra em alerta

Casos de sarampo aumentam e OMS entra em alerta

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para o aumento de casos de sarampo no mundo e reforça a importância da vacinação para prevenir que a doença se alastre. Nas últimas semanas, países como México, Estados Unidos, Reino Unido e Portugal emitiram alertas após a confirmação de casos, com o óbito de uma criança de 19 meses na província de Salta, na Argentina.

No Brasil, o Centro de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Sul confirmou o caso de um menino de três anos com sarampo. Ele chegou dia 27 de dezembro do Paquistão, país com circulação endêmica da doença.

“Os casos de sarampo estão aumentando. É uma das doenças mais transmissíveis. Se uma pessoa se contamina, quase todos ao seu redor vão pegar o vírus, se não estiverem vacinados. Para proteger sua criança, garanta que as vacinas estejam em dia.”

O sarampo é uma doença transmitida por um vírus e causa uma doença infecciosa aguda extremamente contagiosa, infecta nove a cada 10 pessoas suscetíveis após exposição ao vírus. A doença é mais grave em crianças menores de cinco anos, imunodeprimidos e desnutridos.

A vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) é oferecida de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o país, para crianças a partir de 1 ano e adultos até os 59 anos, conforme calendário nacional de vacinação.

O esquema vacinal completo do sarampo consiste em duas doses até os 29 anos, ou uma dose para adultos de 30 a 59 anos. Em crianças, a vacinação deve ocorrer aos 12 e aos 15 meses. Profissionais de saúde devem receber duas doses, independentemente da idade. Em situações de bloqueio vacinal, a imunização seletiva é recomendada para todos com idade acima de 6 meses.

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X