quarta-feira, maio 22, 2024
Com Beto Carmona
InícioDestaques“Me perguntei se eu iria morrer!”: Britney Spears faz revelações chocantes sobre...

“Me perguntei se eu iria morrer!”: Britney Spears faz revelações chocantes sobre seu passado; confira detalhes!

O recém-lançado livro de Britney Spears, ‘The Woman in Me’, rapidamente se tornou um grande tópico de discussão na internet. Mesmo antes de ser lançado, a obra atingiu o topo das vendas na pré-venda nos EUA. O motivo? Revelações impactantes sobre um aborto que a cantora fez há duas décadas enquanto estava com Justin Timberlake.

Britney compartilhou que a decisão sobre o aborto foi tomada em segredo. Ela foi instruída a “não deveria ir a um médico ou a um hospital para fazer o aborto”, mas sim “fazer tudo em casa”. Ela descreveu os momentos dolorosos em sua casa, com a única presença de Justin e a profissional que realizou o procedimento.

“Eu estava sentindo tanto medo. Deitei ali, me perguntando se iria morrer. Quando digo a você que foi doloroso — não consigo nem começar a descrever a sensação. A dor era inacreditável. Fiquei de joelhos, segurando o vaso sanitário. Por muito tempo, não consegui me mover. Até hoje essa foi uma das coisas mais agonizantes que passei na minha vida.”

Mesmo com as horas de agonia, ela não foi levada ao hospital. Britney também revelou uma lembrança tocante de Justin pegando seu violão e cantando para ela para tentar aliviar sua dor.

No entanto, o relacionamento deles terminou após o aborto, uma separação que Britney afirma ter sido extremamente difícil. “Por mais que Justin tenha me machucado, o amor era grande demais, e quando ele me deixou eu fiquei destruída. Quando digo destruída, quero dizer que mal consegui falar durante meses. Sempre que alguém me perguntava sobre ele, tudo que eu conseguia fazer era chorar.”

Ela também compartilhou suas lutas após perder a guarda de seus filhos para Kevin Federline e as críticas injustas que enfrentou. “Justin e Kevin puderam transar muito e fumar toda a maconha que havia no mundo, e ninguém disse nada a eles. Eu voltei para casa depois de uma noite numa balada, e a minha própria mãe acabou comigo.”

Britney mencionou como se sentiu ao ser constantemente observada e o período sombrio em sua vida quando foi fotografada raspando o cabelo em 2007. “Os paparazzi testemunharam tudo. Não consigo descrever a humilhação que senti. Eu estava encurralada. […] Todo mundo achou hilário. Vejam como ela está louca! Até os meus pais ficaram com vergonha de mim.”

Para Britney, aquele momento foi uma forma de rejeitar a imagem que todos esperavam dela. “No fim dia, não me importei. Tudo o que eu queria era ver os meus meninos. Fiquei mal ao pensar nas horas, nos dias, nas semanas que eu tinha perdido com eles.”

Além disso, o livro detalha a tumultuada relação com seus pais e a curatela controladora de seu pai, Jamie Spears. Segundo Britney, isso afetou profundamente sua saúde mental: “Ao longo da curatela, fui ensinada a me sentir quase frágil demais, assustada demais. Esse foi o preço que paguei estando sob a curatela. Eles roubaram muito da minha feminilidade, da minha espada, da minha essência, da minha voz, a capacidade de dizer: ‘F***-se’.”

Foto: Michelangelo Di Battista/Sony/RCA via Getty Images

Fonte: gshow.globo.com

RELACIONADAS

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Sorteio de Bonés no APP
X