terça-feira, agosto 16, 2022
Anuncie na Rádio Costa Azul
InícioDestaquesPara analista da política no Brasil, espaço da terceira via na eleição...

Para analista da política no Brasil, espaço da terceira via na eleição é estreito

Para o cientista político Alberto Carlos Almeida, que é professor e autor de livros sobre as eleições no Brasil, o espaço para que uma terceira via possa se tornar viável na preferência do eleitorado na disputa pela presidência da república em outubro de 2022, é estreita. Para ele, a polarização entre o ex-presidente Lula (PT) e o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL) não deve se alterar nas próximas semanas.

— É briga de cachorro grande. É uma eleição entediante até. Desde o final do ano passado, as posições de Lula e Bolsonaro não se alteraram e não há sinal de que isso vá mudar — afirmou Alberto, em entrevista exclusiva aos jornalistas Klauber Valente e Manollo Jordão durante o programa Talk Show.

O professor ainda anunciou, em primeira mão, que após as eleições fará uma atualização do livro ‘A Cabeça do Brasileiro’, lançado originalmente em 2007. Nesta publicação, Alberto faz uma pesquisa detalhada sobre o comportamento do brasileiro em temas de comportamento.

— O livro mostra que a grande diferença entre os brasileiros é a escolarização. Entre 2002 e 2022, a escolarização no Brasil aumentou e o livro novo vai detectar o aumento desta escolarização, eu imagino — disse ele.

Este ano, Alberto está lançando o livro ‘A Mão e a Luva: o que elege um presidente”, em parceria com Thiago Garrido, com um resumo das eleições presidenciais desde 1989 e uma projeção para a eleição de 2022. Ele destaca que, este ano, com a presença de um ex-presidente e do presidente incumbente na eleição, o nível de conhecimento dos eleitores é elevado. O sentimento, ele assinala, é de mudança.

— A diferença hoje é que temos um presidente mal avaliado. O cenário geral é de mudança porque as pessoas estão avaliando que o presidente não conseguiu melhorar a vida da maioria das pessoas. Entre agora e a eleição, quem avalia Bolsonaro hoje como ruim, teria que passar a avaliar como positivo. Pode ser que seja tarde demais — resume.

A íntegra da entrevista com o cientista político e escritor Alberto Carlos Almeida está no nosso canal de podcasts.

RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS

SIGA-NOS

26,000FãsCurtir
13,300SeguidoresSeguir
1,420InscritosInscrever
Palylist Sertaneja
Palylist Sertaneja
X